Vendas diretas e marketing de nível: como não cair em uma roubada

5/5 - (1 vote)

Muitas empresas oferecem produtos que podem ser vendidos por catálogo, ou porta a porta. E são muitos os brasileiros interessados em revendê-los para a sua comunidade e seu meio de convívio. Mais de 4 milhões de brasileiros estão cadastrados como revendedores.

Porém, para não cair no conto do vigário, procure se informar pela internet, com amigos, familiares ou com um advogado de confiança sobre a seriedade da empresa em questão. Procure também trabalhar com produtos de empresas com um nome já consagrado do mercado. Seguem abaixo algumas perguntas que você pode fazer antes de firmar qualquer compromisso.

1. Há quanto tempo a empresa está atuando no mercado?

2. O contrato pode ser cancelado? Tem multa? De quanto?

3. A empresa vai oferecer material gráfico de apoio às vendas? Isto terá algum custo extra para você?

4. Há algum suporte no caso de dúvidas?

5. De quanto é o lucro oferecido?

Screen Shot 2014-09-22 at 18.13.58

Se possível, converse com algum representante que já comercialize os produtos para que você possa tirar todas as dúvidas.

Cuidado também para não confundir marketing de nível (ou venda direta por sistema multinível) com esquema de pirâmide. Para entender melhor, acompanhe esta matéria da Exame.

Se a empresa for confiável, sucesso nas vendas! Há vários segmentos de produtos com venda porta a porta, o mais conhecido é o de cosméticos (Avon, Natura, Jequiti, Eudora, Mary Kay), semi-jóias (Rommanel,Sophie & Juliette), lingerie (DeMillus), roupas (Marisa), alimentos (Eismann, Yakult, Nestlé, Coca-Cola), entre tantos outros.

7 Comments

  • maria lucia

    Reply Reply 14 de fevereiro de 2009

    gostaria de obter informações sobre esta empresa.

  • André

    Reply Reply 15 de fevereiro de 2009

    Olá Maria Lucia,
    é exatamente este tipo de atitude que eu tento alertar no texto: você nem leu o texto para saber que eu não estou anunciando empresa nenhuma, mas já tirou conclusões precipitadas e se interessou por algo que não existe. Percebe que isso é um prato cheio para golpistas?

    Tome cuidado! E boa sorte!

  • Flávia Ribeiro

    Reply Reply 12 de março de 2009

    Vocês tem alguma indicação de empresa conhecida, pois estou para tomar a decisão de trabalhar em casa, pois preciso ter tempo para minhas filhas, porém não quero cair em golpes, queria um empresa séria, vocês conhecem alguma??

  • André

    Reply Reply 12 de março de 2009

    Oi Flávia, tudo bem?

    Eu apostaria nas grandes empresas conhecidas que permitem o teletrabalho. Confira algumas no site da Associação de Empresas de Vendas Diretas: http://www.abevd.org.br/

    Já estas empresas de “Trabalhe de casa” são mais difíceis de indicar (apesar do Google Ads na parte de baixo deste blog estar cheio destas propostas, a gente acha que nem sempre este é o caminho).

    A gente é da opinião que ser empreendedor é o melhor caminho. Começar pegando pequenos trabalhos na sua área para fazer de casa, e aos poucos ir profissionalizando. Quando você menos esperar, estará trabalhando na sua própria empresa, e bem perto das suas filhas. Mas é uma sugestão…

    Boa sorte!

  • Eliane Maia

    Reply Reply 28 de janeiro de 2012

    Oi, adorei! senti firmeza agora
    é so colocar em pratica e dizer que sou muita grata
    abraço,

  • Margarida Eiras

    Reply Reply 2 de janeiro de 2018

    Boa tarde!

    Excelente matéria. Parabéns pelas dicas e que Deus te abençoe ainda mais

    Att,

Leave A Response

* Denotes Required Field