Resoluções de ano novo não funcionam!

Rate this post

2011-year-resolution-400x400

Todo ano é a mesma coisa. A gente pega uma folha em branco e faz uma lista enorme de promessas para si mesmo dizendo que “deste ano não passa”. Com uma ou outra diferença, as listas de todos nós têm basicamente sempre as mesmas coisas do ano anterior: parar de fumar, praticar mais esportes, passar mais tempo com a família, aprender inglês, emagrecer 5Kg, etc, etc, etc… Mas segundo estatísticas da Universidade de Scranton nos EUA, a maioria das pessoas quebra suas promessas já nas primeiras semanas de janeiro. Após seis meses, somente metade das pessoas que costumam escrever suas resoluções ainda permanecem firmes. E no fim do ano, apenas 8% atingiu seus objetivos. É por isso que alguns negócios – como academias, por exemplo – utilizam esta falta de foco como forma de ganhar dinheiro: a pessoa se inscreve no começo do ano para cumprir sua resolução, e deixa de frequentar nos meses seguintes. Mas continua pagando as mensalidades.

Alguns autores defendem que escrever resoluções não funciona pois a maioria das pessoas acha que basta escrever o que deve ser realizado. Só que “resolver fazer” e “fazer” são coisas bem diferentes. Neste caso, a sugestão deles é: escolha uma “meta estupidamente louca”. Algo tão grande e tão empolgante que te faça pular da cama todas as manhãs. E então, quebre este projeto maluco em um plano de 12 meses, com uma ou duas ações mensais. Passos simples e fáceis de executar, mas que ajudem a realizar sua meta, mesmo com todos os afazeres e rotinas que aparecem no decorrer do ano.

Este ano nós vamos tentar esta abordagem. Vamos nessa?

(Fonte: Ryan Deiss e Michael Hyatt)

Leave A Response

* Denotes Required Field