Quando a home fica pequena para o office

Parabéns, sua empresa sediada em casa está dando certo e crescendo! Por mais que este seja o objetivo inicial, muitas vezes o escritório pode começar a tomar conta da casa, e o sonho de trabalhar de casa se trasforma no pesadelo de morar no escritório. Esta talvez seja a hora de juntar seus clipes e mudar suas atividades para outro lugar.

Quando saber a hora de mudar? Os motivos são quase sempre os mesmos: falta de espaço e necessidade de uma estrutura e uma imagem mais “profissionais”.

Em alguns casos, você pode aceitar (e curtir) o desenvolvimento da sua atividade, sem precisar abandonar os benefícios de trabalhar de casa. Veja algumas dicas para crescer (ou não), sem perder o espírito home office:

1. Alugue um escritório virtual. Utilize este recurso sempre que precisar de um espaço mais profissional para atender seus clientes.

2. Alugue um escritório convencional, sem desmontar seu escritório em casa. Utilize o segundo escritório para reuniões, estoque, atividades realizadas em equipamentos maiores, etc. E continue fazendo seu trabalho criativo, ou rotina de e-mails, no home office.

3. Terceirize. Algumas atividades realizadas dentro da sua casa podem ser contratadas por terceiros? Use o trabalho de freelances, empregados temporários e empresas de manipulação de produtos (empacotamento, etc.) para tirar de sua casa somente a parte incômoda da sua empresa.

4. Mude para uma casa maior. Apesar de óbvia, esta é uma saída que muita gente não analisa na hora em que a falta de espaço aperta.

5. Contrate “home officers”. Dependendo da sua atividade, as pessoas que vão te ajudar a gerenciar sua empresa em crescimento também podem estar trabalhando de suas próprias casas.

6. Alugue um barracão ou um espaço para estoque. Mesmo para quem trabalha com artesanato, esta pode ser uma ótima opção para continuar usando o home office na criação das peças, para depois armazená-las em outro local.

7. Reforme sua casa. Construir uma edícula, reformar a churrasqueira, ou lançar mão do velho e bom “puxado” pode ser uma forma de crescer sem deixar seu home-office.

8. Alugue (ou compre) o vizinho. Para aumentar seu espaço, nada melhor que alugar o apartamento adjacente, a casa ao lado no condomínio, ou o sobrado vizinho.

9. Compre um duplex. Apesar do custo, muitas vezes esta é uma excelente saída.

10. Negocie executar o novo trabalho em casa. Esta é para o caso de você ser recontratado, ou receber uma proposta de emprego irrecusável, mas não estar contente em deixar os benefícios adquiridos ao trabalhar de casa. Desenvolva um plano demonstrando os benefícios que a empresa que o contratou teria se você executasse a atividade (ou parte dela) em seu home office. Afirme que esta saída pode gerar um aumento da sua produtividade, e que a tecnologia garante que não haja perda na comunicação com os escritórios da empresa. Outra hipótese é propor uma rotina de trabalho executado dois dias em casa e três na empresa. Ou sugerir uma agenda pré-definida de reuniões semanais.

11. Não cresça. Por que não? A idéia faz sentido se for para conservar a qualidade de vida que você adquiriu trabalhando de casa. É preciso colocar as opções na balança para saber o que é mais importante para você: uma grande empresa, ou uma vida com mais qualidade e liberdade. Se a segunda opção for mais importante, procure limitar a quantidade de trabalho (ou clientes, ou metas) para que a sua atividade possa continuar sendo executada da mesma maneira que antes.

Vale também lembrar que o fato da sua empresa crescer nem sempre significa mais dinheiro no seu bolso. Calcule os gastos que você terá em encargos, custos fixos e impostos na nova situação. Muitas vezes limitar o crescimento pode evitar estes custos e significar mais receita para você.

12. Aumente seu preço. Se você não consegue mais dar conta do trabalho, e a procura por seus serviços (ou produtos) não pára de crescer, talvez seja o caso de aumentar o quanto cobra por eles. Desta maneira, você poderá continuar tendo a mesma receita, sem precisar aumentar a equipe e o espaço físico do escritório. Dependendo da sua atividade, você também pode continuar a crescer através de franquias.

(Quer Aprender os Primeiros Passos Para Ganhar Dinheiro Sem Sair de Casa?
Clique no Banner Abaixo!)







2 Comments

  • Chico

    Reply Reply 4 de agosto de 2007

    Ótimas dicas.. Trabalho 90% de meu tempo em casa e sei o quanto é importante o esforço para não “morar no escritório”…

  • André Brik

    Reply Reply 5 de agosto de 2007

    Olá Chico. Escreva contando sobre suas dificuldades que passou com relação a “morar no escritório” e como gerenciou este problema.

    Abraço!

Leave A Response

* Denotes Required Field