Ortiz conta como é ser empreendedor em home office

Rate this post

Osni França Ortiz é tecnólogo especialista em automação industrial e criou sua própria empresa, a OZ3 Automação Industrial, a partir de um home office em busca de mais qualidade de vida. Ortiz mora em um sobrado com quatro lojas comerciais na parte inferior. “Durante vários anos estas lojas permaneceram alugadas, mas o valor dos alugueis nunca compensou o incômodo. Eu trabalhei 15 anos em uma multinacional japonesa. Saí de lá em 2008 e montei a OZ3“, conta.

Para isso, Osni utilizou uma das lojas embaixo de sua casa. “Eu precisava apenas de um endereço comercial para a correspondência”, comenta. O trabalho que ele realiza é, em sua grande maioria, dento das empresas dos clientes, pois é lá onde estão os equipamentos.

Nesta mesma empreitada, entrou a esposa de Osni, cuja ajuda foi fundamental, segundo ele. “Em 2011 fizemos uma reforma nas lojas e interligamos três delas criando um ambiente mais apropriado para realizar os trabalhos internamente. Na mesma reforma, criamos uma passagem interna da casa para a empresa, o que facilitou muito a logística de trabalho”, explica o empreendedor. A empresa também conta com acesso direto à rua, mas que geralmente fica fechado, sendo acessada prioritariamente pela casa. “Os ambientes são independentes, mas se comunicam”, conta.

Para facilitar, os funcionários de Osni também podem trabalhar em casa, seguindo o exemplo dele. Na opinião do empresário, um dos principais benefícios de trabalhar em casa é não ter aquela pressão do ambiente corporativo. Os desafios? “Separar claramente os espaços e atividades, além de ter o rendimento necessário”. Outra questão que poderia ser um desafio, a proximidade da família, tornou-se uma vantagem, já que a esposa de Osni trabalha na empresa e a filha, já adolescente, não criou nenhum empecilho à novidade.

E assim segue a empresa de mais um empreendedor brasileiro em home office: com profissionalismo, seriedade e qualidade de vida. Sucesso!

OZ3

Osni em seu home office

2 Comments

Leave A Response

* Denotes Required Field