home office rj

O Rio precisa de mais home office

Este dado é surpreendente: o Rio de Janeiro tem o trânsito mais engarrafado do Brasil, superando São Paulo! É isso mesmo, os cariocas têm que enfrentar, em média, 52 minutos no trajeto casa-trabalho. Em São Paulo, são 46 minutos. Isso é uma média, sabemos que tem muita gente que perde duas, três, quatro horas neste deslocamento. Tem outra pesquisa que mostra que o carioca perde 250 horas no trânsito por ano, o equivalente a cinco dias inteiros! É um absurdo!

Claro que a tendência é piorar, pois mais carros entrarão no trânsito e complicarão a vida do trabalhador, que perde também MUITO dinheiro com isso. Veja só: em 2014, o carioca perdeu R$3.200,00, em 2015 vão ser R$3.419,00 e em 2018, pasmem, R$4.075,00!! Fica bem óbvio que o home office é a opção mais inteligente para trabalhar nas grandes cidades, não é mesmo? Por que será então que as empresas não aderem ao home office?

home office rio de janeiro

Difícil entender… O que pudemos perceber através da nossa consultoria voltada para as empresas, o Instituto Trabalho Portátil, é que o problema é cultural. Tem-se a impressão de que o funcionário não vai trabalhar se não tiver uma chefia em cima dele, pedindo o tempo todo para produzir.

Claro que esses casos existem, mas isso não é regra. E muito menos desculpa para não ter um programa de trabalho remoto nas empresas. Na Suécia, estão testando um expediente com seis horas ao invés de oito. O que se constata é que as pessoas estão trabalhando mais felizes e menos estafadas, portanto, rendendo mais. Esse é um dos arranjos. Existem vários outros, incluindo o home office em alguns dias da semana, pelo menos. Pena que quando falam de mobilidade urbana ainda não citam o home office. Faria toda a diferença.

home office rio de janeiro

E a tecnologia está evoluindo para nos ajudar, especialmente no trabalho. Por que o profissional precisa passar tanto tempo no trânsito quando a sua função pode ser exercida de qualquer lugar? Como visto nessa matéria, ele poderia estar fazendo qualquer outra coisa com este tempo, seja um trabalho extra ou horas a mais de lazer, e ainda por cima, economizando! Então, fica aqui o apelo para as empresas (de qualquer porte): considerem a opção do home office. É uma alternativa viável, inteligente e muito mais produtiva! A empresa ganha, o funcionário ganha, a cidade ganha. Vamos pensar nisso?

Dados via Fastco e Jornal Hoje.

(Quer Aprender os Primeiros Passos Para Ganhar Dinheiro Sem Sair de Casa?
Clique no Banner Abaixo!)