Funcionários em home office: eis a questão

Rate this post

Estes dois textos dão uma boa noção da situação dos trabalhadores remotos no Brasil. Ou seja, por questões jurídicas (trabalhistas) e eu diria até cultural, esta super tendência de trabalhar em casa ainda não conseguiu alavancar. Mas eu acho que é só uma questão de tempo…

Neste link http://vocesa.abril.com.br/blog/conversadecorredor/tag/home-office/ fiquei sabendo que a John Deere conseguiu um respaldo jurídico para levar mais funcionários para seus home offices.

E aqui http://www.facadiferente.sebrae.com.br/2009/07/24/deixe-sua-equipe-trabalhar-de-casa/ comentam como a empresa ganha em produtividade ao deixar seu funcionário trabalhar em outro local que não a empresa.

Vale a pena conferir e ficar por dentro!

4 Comments

  • Fabricio Freire

    Reply Reply 1 de abril de 2010

    Olá, achei excelente a matéria do façadiferente. Estou avaliando muito seriamente essa proposta de trabalhar de casa. Hoje sou auxiliar financeiro de uma empresa de engenharia, acredito que posso fazer 90% do trabalho de casa. O trabalho consiste mais em alimentar o sistema financeiro (CPA e CRE), receber e mandar emails, emissão de NF que posso emtir de casa e entregar na empresa, mas isso não é diário. Enfim, alguém nessa função já experimentou fazer um home office? Aceito dicas e sugestões. Grato

  • Leandro Lima

    Reply Reply 11 de abril de 2010

    Olá… Achei muito interessante as duas matérias. Eu também estou começando a “sonhar” no trabalho home office. Eu trabalho numa Seguradora e meu trabalho consiste em gerar relatórios e informações para os diretores. Já tenho acesso remoto através do meu laptop, mas acredito que a barreira cultura / jurídica ainda é um impecilho para trabalhar alguns dias da semana remotamente. Vamos ver as cenas dos próximos capítulos… Grande abraço.

  • Maria Carolina Nomura

    Reply Reply 23 de junho de 2010

    Olá, sou repórter do site de carreiras do iG e estou fazendo uma matéria sobre home office.
    Gostaria de fazer uma entrevista com você por e.mail e telefone sobre o assunto.
    Eu fecho amanhã, quinta-feira, dia 24/6.
    As pergutnas são:

    – Na sua experiência, o quanto tem crescido o home office no Brasil?

    – Sente que há muito interesse dos leitores do seu blog sobre esse tema?

    – Quais são as principais dificuldades de se trabalhar em casa?

    É isso.
    Obrigada pela atenção,
    Carolina

    Maria Carolina Nomura
    mcnomura@ig.com.br

  • Marcos Fernandes Gonçalves

    Reply Reply 28 de julho de 2010

    De fato, há algumas limitações ligadas à legislação, que, em princípio, dificultariam a implantação de home office para o empregado típico. Mas, nem são tantas assim. A maioria ligada ao controle de jornada e, principalmente, ao meio ambiente do trabalho (higiene e segurança no trabalho). No entanto, esses aparentes impedimentos podem ser facilmente sanados mediante acordo ou convenção coletiva de trabalho, isto é, contratos entre patrões e sindicatos dos empregados. Basta ter vontade de ambas as partes (sindicatos profissionais e da categoria econômica). A questão que se coloca é: será que existe, por parte dos empregadores, essa vontade, ou a real intenção é se ver livres de encargos trabalhistas, contratando verdadeiros empregados como falsos autônomos?

Leave A Response

* Denotes Required Field