Free address, agile working e estação não-territorial: já ouviu falar?

5/5 - (1 vote)

“Em dez anos veremos a morte do telefone fixo e do papel”. Quem disse a frase acima foi Philip Ross, CEO da Unwork, que ainda destacou qual vai ser o desafio do futuro: a gestão do fluxo digital. Em menos de dez anos teremos que aprender a administrar videoconferências, nuvens e conectividade com maior segurança e confiabilidade. O futuro do trabalho está diretamente ligado à tecnologia e, apesar de impalpável, ela revoluciona nossas vidas diariamente.

A reflexão acima fez parte da apresentação exibida durante o Worktech 2013 e fez muitas empresas pararem para pensar. Se o futuro do trabalho é online, como lidaremos com o escritório de hoje? O diretor de Workplace Services da Unilever, Sergio Lima, interpretou a tendência e formatou um Change Management para adaptar os funcionários da empresa ao sistema Agile Working, também conhecido como free address. Nesta nova modalidade, o espaço de trabalho pode ser reduzido, pois as estações são compartilhadas e não pertencem a um funcionário somente. Além desta formatação também estão previstos espaços de convivência, descompressão e outros a serem utilizados quando é preciso ter concentração, por exemplo. Integração e privacidade em ambientes especiais. “Os locais de trabalho que temos hoje na Unilever foram pensados para o futuro. Não dá para fazer um projeto sem enxergar cinco, dez anos à frente, porque a empresa não vai, daqui a um ano, mudar tudo novamente”, explica Sergio.

Screen Shot 2014-01-07 at 17.44.33

Além da Unilever (imagem ao lado, do café), várias outras empresas fazem uso das políticas de trabalho remoto e home office para otimizar seus espaços imobiliários. Cisco, Pfizer, Siemens, Stiefel e AES Eletropaulo são algumas. No caso da Unilever, as vantagens foram:

• Redução de 24% da área: prédio antigo para prédio novo

• Aumento de 17,5% de pessoas, totalizando 270 colaboradores

• Aumento de 15% no total de seats: 338

• Aumento de 8,3% de áreas para trabalhos colaborativos

• Reaproveitamento integral dos recursos/mobiliários

Na nova sede da Philips, os funcionários também escolhem onde querem trabalhar: nas salas individuais, mesas coletivas ou ao lado do chefe. Com esse layout, a empresa estimulou a colaboração e reduziu em 34% seu custo operacional (imagem abaixo).

Screen Shot 2014-01-07 at 17.45.25

E a sua empresa, está alinhada com esta tendência?

Fontes: Infra, Exame, Época Negócios (imagem), Andrade Azevedo

Leave A Response

* Denotes Required Field