Empresas brasileiras precisam preparar seus gestores para o home office

Nesta matéria enviada pela nossa colaboradora Sara Batista (@sara_batista), publicada no Portal Administradores (via Infomoney), fica claro o despreparo e desconfiança ainda existentes nas empresas brasileiras quando o assunto é home office. Os dados são de uma pesquisa feita pela Robert Half com 1.777 diretores de RH em 13 países.

Para os gestores das empresas, o home office ainda é um mistério e precisa de ferramentas e programas mais claros para ser implementado. Segundo a pesquisa, para 92% dos diretores de Recursos Humanos coordenar uma equipe remota é mais desafiador do que a gestão de profissionais no local de trabalho. Apesar de o trabalho remoto ser liberado de alguma forma no Brasil para 64% das empresas, apenas 52% afirmam que a companhia tem uma política e ou orientações para gestão deste tipo de trabalho.

No entanto, no Brasil, 64% das empresas declararam já permitir às vezes e apenas para alguns cargos que seus colaboradores trabalhem em casa, enquanto 11% dizem ter uma política fixa e válida para todos os funcionários. “Observamos que aos poucos as empresas começam a flexibilizar e testar o home office; é um processo ainda em maturação”, afirma o gerente sênior da Robert Half, Caio Arnaes. “Algumas empresas permitem pela questão da mobilidade, outras por enxergarem como um benefício ao colaborador, mas poucas ainda possuem a política para todos e com regras e orientações claras”, completa.

Trabalho seguro

Para 49% dos diretores de RH, o trabalho remoto não é permitido, pois há necessidade dos profissionais estarem fisicamente na empresa para executar as funções. Outros 29% acreditam que a falta de supervisão é o motivo para não liberar o home office, enquanto 28% apostam em razões de segurança (segurança de dados).

Na média mundial, com exceção dos casos em que a presença na organização é obrigatória, 30% dos diretores de RH acreditam que o principal motivo para não permitir o trabalho remoto é em função da segurança.

Resumindo, estamos caminhando para um futuro com o home office mais estabelecido nas empresas, porém, é preciso ter paciência até todos os departamentos envolvidos terem consciência da importância desta forma de trabalho e se organizarem para tal. Vamos acompanhar e torcer para que cada vez mais profissionais usufruam do home office.

(Quer Aprender os Primeiros Passos Para Ganhar Dinheiro Sem Sair de Casa?
Clique no Banner Abaixo!)







1 Comment

Leave A Response

* Denotes Required Field