É possível empreender enquanto está empregado?

Elaboramos este texto para o portal Pequenas Empresas Grandes Negócios (PEGN) pois é a dúvida de muitos. Acompanhe:

Trocar o certo pelo incerto é o medo da maioria dos futuros empreendedores que hoje estão empregados. Como começar um negócio do zero sem comprometer o emprego atual? A saída pode estar no equilíbrio entre o home office e o trabalho fixo. “Ao iniciar um negócio em casa, o empreendedor corta custos com espaço comercial, luz, internet e equipamentos, que são otimizados na estrutura do escritório em casa. Poupar gastos nesta fase embrionária faz toda a diferença e permite que o empreendedor teste suas ideias antes de investir nelas”, explica André Brik, autor dos livros “As 100 Dicas do Home Office” e “Trabalho Portátil”. Com um laptop, internet e smartphone, já é possível dar início à pesquisa do mercado de atuação, concorrência, elaborar um plano de negócios, traçar estratégias de divulgação, etc. Tudo isso em paralelo à carreira. “O empreendedor pode trabalhar no seu negócio à noite ou nos finais de semana até o negócio começar a ficar mais encorpado”, conta Brik.

Daniela Bastos seguiu este caminho. Ela é formada em Relações Públicas e trabalhava em uma empresa na área, mas sempre quis ser dona do próprio negócio. “Eu tinha um emprego e paralelamente comecei a empreender. Só depois que tive certeza que o negócio estava dando certo é que pedi demissão para me dedicar integralmente”, conta Daniela. A empreendedora começou a vender seus brigadeiros gourmet no escritório onde trabalhava. O momento decisivo foi quando recebeu tantas encomendas que ficou difícil conciliar a Dani Brigadeiro com o trabalho. “Foi quando percebi que tinha que fazer uma escolha. E escolhi ser empreendedora”, conta. A empresa Dani Brigadeiro começou em casa e cresceu tanto que hoje conta com espaço próprio para a fabricação dos quitutes.

Trabalhando com produto ou serviço, a dica dos empreendedores é começar já pesquisando e criando um plano de negócio, que são os primeiros passos para começar um negócio paralelo à carreira celetista. Confira mais dicas:

– Primeiro, tenha foco. Saiba qual vai ser o seu negócio e siga um rumo. Nada de querer tocar dois ou três projetos de uma vez só

– Use o tempo que tiver disponível, pode ser meia hora do horário de almoço, à noite ou nos finais de semana. O importante é fazer um pouco a cada dia. Mesmo que comece devagar, comece

– Prepare uma reserva financeira para o início do negócio, geralmente quando as coisas demoram um pouco para decolar

– No começo você vai ter que sacrificar uma parte do seu tempo livre, mas lembre-se de reservar umas folgas. Não sobrecarregue sua mente, o que pode acabar comprometendo a saúde e os resultados no seu negócio e no seu emprego

– Não misture o seu projeto novo com o trabalho atual. Isso não é profissional. Sem falar que muitos prestadores de serviço acabam trabalhando para seus antigos patrões, que podem se tornar clientes ou indicar alguns. Então, não queime o filme

– Tenha metas e objetivos. Coloque-os na sua agenda e cumpra-os

– Peça a compreensão da família ou de outros que convivam na mesma casa que você quando estiver no home office. Você vai precisar de concentração para otimizar seu tempo

– Reduza gastos para ter uma reserva financeira

– Comece com o que tem, depois vá melhorando (móveis de escritório, equipamentos, etc.). Use as redes sociais e outros recursos gratuitos para colocar seu projeto “na rua”

Acompanhe mais dicas aqui no GoHome na categoria Dicas Empreendedores.

1 Comment

Leave A Response

* Denotes Required Field