criancas home office

Como fazer home office com as crianças por perto

Aprenda a sobreviver à quarentena no home office com as crianças em casa

Estão todos em casa, mas você precisa trabalhar. Como faz? Primeiro, calma. Essa situação não vai ficar assim pra sempre. Um dia a escola vai voltar à programação normal. Agora não é prudente nem contar com a ajuda dos avós, já que o convívio está proibido.

Enquanto a situação não se normaliza, planeje um dia por vez na noite anterior. Envolva as crianças nessa rotina. Se eles sabem o que esperar, o dia vai fluir melhor para todos. Como planejar o dia:

– pense na dinâmica do momento em que acorda até a hora de dormir: o que precisa ser feito?

– preciso ir para algum lugar?

– tem alguém doente ou precisando descansar?

– o que vamos comer no café, almoço, jantar e lanches?

– que tarefas precisam ser feitas? por quem?

– quando a TV poderá ser ligada?

Isso leva uns 15 minutos. Peça para todos darem sugestão do que fazer (contanto que seja dentro de casa e todos possam participar). Então, intercale uma coisa de trabalho com uma de diversão. Desta forma, as crianças vão ver que vai haver diversão suficiente e vão ajudar a concluir o trabalho antes.

As obrigações

Se as crianças têm tarefas da escola e você tem trabalho para fazer naquele dia, anote isso e cumpra a agenda do dia, assim como as tarefas da casa e as refeições para que a casa funcione dentro da normalidade. Não é hora de fazer grandes limpezas. Por exemplo: reserve 15 minutos para dar um jeito na louça da refeição (ou quem for o encarregado da vez) e deixe a limpeza profunda da cozinha para outra hora, quando der tempo.

Separe as tarefas para as crianças se entreterem sozinhas enquanto você trabalha. Se seus filhos forem muito pequenos, faça um revezamento com o companheiro (a) ou com quem more com você e possa ajudar nessa hora (pode ser uma vizinha amiga também). Sempre lembrando que é preciso manter o círculo social pequeno e todos com hábitos constantes de higiene (lavar as mãos com frequência e usar álcool gel 70). Caso seus filhos ainda não saibam como brincar sozinhos, esta é uma boa hora para ensinar.

Algumas atividades para passar o tempo sozinhos:

– ler um livro

– transformar uma caixa em alguma coisa

– pintar em uma camiseta

– desenhar

– pintar uma pedra (dá para fazer personagens ou carinhas)

– escrever uma história

– fazer um chá de bonecas

– fazer uma cabana para lerem embaixo dela (com lanterna ou não, depende da hora do dia)

Leitura em família é sempre uma boa ideia

Você conhece bem as suas crianças (o que gostam, que brinquedos têm). Então, faça um combinado de ficarem brincando com o que vocês estipularem por cerca de meia hora que depois você vai ter um intervalo para brincar com eles (fun time). Então, aproveite essa meia hora para se concentrar e produzir o tanto que for possível. Depois, cumpra o que prometeu com as crianças e divirta-se com elas.

Se conseguir ir para o ar livre, ótimo. Claro, sempre evitando lugares com aglomerações, mas se conseguir dar uma volta na quadra e respirar um ar fresco com eles, é muito bom. Alivia o estresse de todos. Mesmo morando em apartamento, cuidar de plantas é sempre uma boa ideia e os pequenos adoram (teens também).

Queimem energia juntos (você já aproveita para fazer um exercício): polichinelos, flexão, tocar os dedos dos pés com os das mãos, dançar, o que achar mais interessante. Aproveite para fazer a contagem dos exercícios juntos, depois intercalando, cada um fala uma vez. Um pouco de yoga e meditação todo dia também melhora o ânimo da família toda.

Telas

As telas não são inimigas se forem usadas com responsabilidade. Ponha as crianças para ajudar com algumas tarefas da casa em troca de “tempo de tela”. Assim, elas ficam mais animadas em ajudar. Com esse “screen time” delas você consegue adiantar as suas coisas. Assistir a um vídeo onde aprendam alguma coisa no Youtube, jogar videogame juntos e curtir um filme em família também são boas alternativas de uso saudável das telas.

Leitura

Que tal um mínimo de 15 minutos de leitura para todos? Depois de ler, compartilhem o que leram. Também vale ler em voz alta para todos. Dar valor à leitura é muito importante.

Tempo de silêncio

Separe um pouco de tempo para atividades silenciosas, como leitura, desenho, soneca, escrita. Muitos talentos vão ser revelados nesse período em que a criatividade e o convívio em casa são estimulados.

Criatividade

Mostre músicas da sua infância, procure a letra e cantem juntos. Pergunte sobre as músicas que as crianças gostam e façam um show de talentos (pode ter fantasia, pintura, depende do tempo para essa atividade).

Desenhos em família, contação de histórias (suas ou inventadas), dança, pintura, tudo isso estimula a criatividade e dá mais referências para as crianças.

Fazer uma receita juntos e pedir ajuda para os vovôs (por Facetime, claro) não tem como dar errado. E o melhor, fortalece os laços. Também é legal aproveitar esse tempo juntos para ensinar alguma coisa. Vai depender da idade da criança, claro, mas dá para ensinar a costurar, tricotar, misturar cores, fazer massinha caseira…

Jogos

Tire os jogos de tabuleiro do armário e ensine outros para as crianças (lembra da forca? Do STOP/Adedanha?). Resgate as brincadeiras analógicas da infância, como o jogo das Cinco Marias ou qualquer outro. Se não lembrar, dá uma ligadinha para os avós.

Seja realista

Não tem como ser super produtiva (o) com este cenário de emergência. Vamos ser realistas e lidar com a rotina como ela se mostra. Todos estão tentando o seu melhor. Manter a calma e se afastar antes de entrar em conflito (ou gritar com as crianças) é a melhor alternativa. Uma hora esse contexto emergencial vai passar e as coisas vão voltar ao normal. Foque nas prioridades e deixe algumas coisinhas passarem.

E você? Tem mais alguma dica? Como está sendo essa experiência?

Fontes: Casa e Jardim, Lisa Tanner Writing

(Quer Aprender os Primeiros Passos Para Ganhar Dinheiro Sem Sair de Casa?
Clique no Banner Abaixo!)







1 Comment

Leave A Response

* Denotes Required Field