“A solução para o trânsito é trabalhar em casa”, diz Domenico De Masi

Rate this post

Acompanhe a entrevista do sociólogo italiano Domenico De Masi publicada no domingo (27/10) na Folha de S. Paulo sobre a solução para o trânsito (única solução!). De Masi assina a introdução do nosso segundo livro, Trabalho Portátil – Produtividade, economia e qualidade de vida no home office das empresas.

—–

O passo lento e a fala mansa de Domenico De Masi, 75, destoam do trânsito e da correria de São Paulo.

O sociólogo italiano segue à risca a teoria do livro que o tornou conhecido, O Ócio Criativo. O conceito prega que dá para ter boas ideias durante momentos de lazer.

Ouvir uma música, ir ao cinema ou olhar pela janela podem, ao mesmo tempo, ser uma distração e fazer parte do trabalho.

Na capital paulista pela décima vez, ele ministra neste domingo (27) palestra numa faculdade privada de arquitetura. “Cada cidade do país tem suas características. São Paulo é uma mistura de todas, é a Nova York brasileira.”

Screen Shot 2013-10-30 at 11.13.20

Quando questionado sobre os engarrafamentos da cidade, o italiano gesticula com as mãos como se dissesse: ficar parado no carro é algo que realmente o tira do sério.

Durante a entrevista, feita em português com respostas em italiano, Domenico improvisa para se fazer entender. Ri e desenha suas teorias para exemplificar que trabalhar tem que ser sempre uma mistura de aprender e se divertir.

Folha – São Paulo tem uma criatividade diferente de outras cidades?
Domenico De Masi – O Brasil é como a Itália. Aqui existe uma criatividade estética, uma humanística e uma científica. No Brasil, há especialmente a humanística, no cinema, no teatro, na televisão, na poesia e na música.

Tem dicas para quem quiser usar melhor o tempo ocioso no trânsito?
Não. A única solução para o trânsito é o trabalho à distância. Com a internet, é possível trabalhar de casa.

Ficar ligado até em casa nos smartphones e no computador não pode aumentar o tempo de trabalho?
Temos máquinas para conservar o tempo e registrar as coisas. Isso nos ajuda a ter tempo livre, mas não o temos por falta de organização. Quem faz esforço braçal trabalha menos graças à tecnologia.

O senhor trabalha todo dia?
Sim e não, porque faço um trabalho criativo. Dou aula em uma universidade em Roma três vezes por semana. Será que estamos trabalhando nesse momento?

Como curte o tempo livre em SP?
É só chegar e sair na rua. Visito museus, dou palestras, encontro amigos, vou a concertos. Aqui há uma mistura de raças e uma cordialidade que não existe em outros lugares. São Paulo é o mundo.

Pensa em se aposentar um dia?
Eu não trabalho! Sou como o meu amigo Oscar Niemeyer (1907-2012), que trabalhou até os 105 anos, mas porque desenhava, se divertia.

Via Carolina Cattani.

2 Comments

  • Luiz Medeiros

    Reply Reply 24 de novembro de 2013

    Bom dia!
    Achei formidável a colocação ócio criativo, o conceito prega que surge boas idéias. Realmente, estou começando a sonhar com esta realidade, mas com muita vontade de colocar em prática o que este italiano simpático e inteligente falou, trabalhar deve ser uma mistura de aprender e de se divertir.
    Obrigado pela oportunidade

  • Marina

    Reply Reply 24 de novembro de 2013

    É isso aí, Luiz! Você pegou o espírito da coisa. Um abraço!

Leave A Response

* Denotes Required Field