10 dicas para organizar seu dia no home office

10 dicas para organizar seu dia no home office
4 (80%) 1 voto

Joelle Steinger é empreendedora e escritora nos EUA. Ela relata que sempre quis aproveitar a liberdade de trabalhar em home office. Quando finalmente migrou seu trabalho para casa, percebeu que as distrações, as demandas domésticas e alguns hábitos – como trabalhar de pijama e checar toda hora as redes sociais – eram um veneno para a produtividade. Isso foi extremamente frustrante para Joelle, pois ela se deu conta de que para conseguir trabalhar no home office seria necessário manter uma disciplina rígida, algo que nada tinha a ver com a tão sonhada flexibilidade. Mas não tinha jeito: era isso, ou voltar para o escritório tradicional.

Por isso, Joelle começou a aprender sobre gerenciamento de tempo, organizou sua rotina e finalmente conseguiu equilibrar sua vida. Veja as 10 dicas que a escritora traz para quem quer organizar seu dia no home office:

1. Acorde todos os dias no mesmo horário. E acorde cedo.

2. Crie o hábito de começar o dia sempre pela mesma atividade.

3. Por mais que esteja com pressa, não deixe de preparar um bom café da manhã.

4. Comece seu dia pela tarefa mais importante, que provavelmente não é assistir TV, checar e-mails ou ver quem curtiu o seu post no Facebook.

5. Divida seu tempo em blocos de 1 ou 2 horas de trabalho bem focado. E durante estes períodos, procure não se distrair, sair do escritório ou checar e-mails e redes sociais…

6. …e então, faça pausas entre estes blocos de tempo.

7. Separe períodos na sua agenda diária para esporte, amigos e ócio. E aproveite estes momentos sem culpa.

8. Tenha sempre comida em casa, para não perder tempo com decisões do tipo “onde vamos almoçar?” ou com o tempo perdido em sair para comer e voltar para o escritório. Este tempo deve ser utilizado para uma refeição tranquila e sem pressa em casa. E quando for abastecer seu freezer, aproveite para optar por opções de alimentos mais saudáveis.

9. De vez em quando mude de janela: saia de casa e vá trabalhar em um café, escritório de coworking ou até no parque.

10. Saiba a hora de “fechar o boteco”. Trabalhar noite adentro não é producente. E o dia seguinte de uma noite mal dormida é ainda menos produtivo.

Utilizando estas estratégias, Joelle conseguiu otimizar seu dia e trabalhar um total de oito horas efetivas e produtivas, sem ter que deixar de lado suas atividades e compromissos pessoais. Agora ela se sente menos estressada e angustiada, consegue fazer exercícios regulares, encontrar seus amigos, cozinhar refeições saudáveis e ter revigorantes noites de sono.

Nas palavras de Joelle: “Quem diria que uma rotina com mais disciplina, traria uma vida com mais liberdade”.

*tem muito mais dicas no nosso canal no YouTube, passe por lá!
————————-

Via Huffington Post











6 Comments

  • adriana

    Reply Reply 14 de Março de 2014

    Este texto certamente foi escrito por alguém cuja única dificuldade é o compromisso com o trabalho, que na verdade é mais que uma obrigação do empregado. Muito básico.
    Adicione a este texto a dificuldade com filhos brigando ou gritando, deveres de casa dos filhos, fazer o almoço, vestir as crianças, cachorro latindo, passarinho cantando, marido discutindo, família desrespeitando seu trabalho, cliente ligando na hora que você está dando banho em seu filho, campainha da porta tocando, vizinhos com som alto, aí sim, considero este texto com alguma informação interessante.

  • Equipe GoHome

    Reply Reply 14 de Março de 2014

    Olá Adriana, boa tarde. Estas dicas foram criadas por uma adepta do home office e foram bem úteis no caso dela e em outros similares. O interessante daqui do site é exatamente esta troca de informações entre os trabalhadores remotos. Então, se você conseguiu administrar as situações que enfrentou, por favor, compartilhe com a gente. No panorama que você descreveu, me parece que em alguns momentos seria mais interessante partir para um coworking ou espaço que ofereça wi-fi (cafeteria, p. ex.) para você poder se concentrar no trabalho. Uma boa conversa com a família também ajuda; é fundamental todos respeitarem o trabalho em home office e colaborarem. Esperamos que consiga ter um bom rendimento no seu home office. Sucesso!

  • nubia tischler

    Reply Reply 25 de Março de 2014

    estou pensando em passar mais tempo trabalhando em casa sem,contudo, abandonar meu vínculo com a empresa (que é familiar)…Minha preocupação é não conseguir me organizar direito..por estar distante de toda a ” estrutura” física… Em casa tenho o que preciso, internet, telefone,impressora e silêncio para trabalhar…Não tenho dificuldades reais acho que estou insegura quanto ao fato de trabalhar sozinha e não dispersar muito…Sou mulher, filhos crescidos.. Tem alguma sugestão para me auxiliar?

  • Marina

    Reply Reply 25 de Março de 2014

    Olá Nubia! Sugiro que comece a trabalhar em casa alguns dias da semana, um ou dois, para se acostumar. Muitas empresas fazem assim. Depois que você estiver mais ambientada no home office, pode começar a fazer meio expediente em casa, por exemplo. É tudo uma questão de adaptação, por isso também é interessante você ter um ritual para início e fim do seu expediente em casa, como ligar/desligar o computador, levar a bolsa consigo, etc. Boa sorte e sucesso!

  • Fábio Martins

    Reply Reply 12 de junho de 2014

    Faltou mencionar que deve trabalhar vestido apropriadamente (nunca trabalhar de short, chinelo, etc.).
    Eu trabalho em home office (produção de softwares) desde 1996, para vários clientes. Acho nota 10!
    Tenho escritório separado da casa. Neste Escritório tenho tudo o que preciso: água, luz, telefone, internet, banheiro, mesa de estudo, 2 notebooks, tablete, etc.
    Eduquei também a família para respeitem o meu horário/ambiente de trabalho.
    Estou satisfeito, até então!
    Boa sorte!

  • Excelente matéria. Trabalho em home office a muito tempo, confesso que até hoje estou tentando me ajustar e separar o que é da empresa e da parte pessoal. Por outro lado a flexibilidade e a liberdade é algo que não tem preço, mas paguei o preço pelos problemas pessoais que se misturaram com a parte da empresa, onde poderia estar em uma situação melhor, mas o trabalho superou os problemas e a empresa sobreviveu, onde com disciplina, delegando funções, dicas como estas, estou conseguindo superar e seguir adiante.

Leave A Response

* Denotes Required Field